Nutrição

A partir do ponto de vista técnico, entende-se por dieta equilibrada uma dieta diária que respeita as diferentes necessidades nutricionais que o nosso corpo tem, a qual se deve adaptar por sua vez às calorias que a pessoa precisa (em função da sua estatura, complexão física, sexo ou idade). Mas para que uma dieta seja equilibrada não só se devem respeitar as necessidades nutricionais do nosso organismo em função da quantidade de hidratos de carbono, proteínas e gorduras que devemos consumir diariamente. Também tem de incluir variedade de alimentos nas quantidades apropriadas e os gostos e as preferências de cada indivíduo.


Embora seja verdade que alimentar-se corretamente é uma preocupação cada dia mais generalizada, determinadas doenças têm uma relação estreita com a nossa dieta. Algumas se podem dever à escassez de certos nutrientes. Outras pelo contrário: à abundância de alimentos que se costumam juntar com a escassa atividade física, com o sedentarismo, e conduzem-nos à obesidade e a outras muitas patologias associadas como é o caso de certos tipos de diabetes, hipertensão, alterações dos lipídios sanguíneos, etc. Neste sentido a Dietoterapia é a ferramenta que se utiliza na prevenção e na cura das doenças ou a eliminação dos seus sintomas, através dos alimentos que ingerimos ou os que eliminamos da dieta.


Em muitas ocasiões ouvimos falar de que no momento de gozar de uma boa saúde, tanto desde o ponto de vista geral como desde um ponto de vista nutricional, é necessário seguir uma dieta equilibrada e praticar desporto. Mas um estilo de vida saudável é muito mais do que isso. Ambos os aspetos são necessários, mas um estilo de vida saudável engloba outras coisas como a atitude e a motivação.


Se quiserem cuidar da vossa alimentação e começam a pensar em que têm de se privar de muita quantidade de alimentos e ter um monte de proibições, começaram pelo mau caminho. Quando, além disso, a mudança se propõe com um limite temporal, de modo que quando se conseguiu o objetivo pensam voltar aos hábitos anteriores todo o esforço não terá servido de muito. A visão deve ser diferente. É acertado ter uma alimentação equilibrada onde não falte a contribuição de nutrientes, encher o cesto da compra de alimentos que farão parte de pratos atrativos e variados. É importante pensar que não se pode gozar de uma vida saudável comendo uns poucos de alimentos. A variação é o ideal do ponto de vista do bem-estar, permitindo-nos isto desfrutar, além disso, da riqueza dos distintos sabores, cheiros e aromas. Mas é acertado propor-se em troca um novo estilo de vida e hábitos e não como um parêntese no tempo que se vai caracterizar por restrições esquisitas ou desnecessárias na maioria dos casos.


Já notaram como as pessoas que se mantêm num peso saudável comem ? Efetivamente, estas pessoas comem de tudo, mas fazem-no frequentemente e em quantidades moderadas. De vez em quando, vê-las-ão comer alimentos que para muitos são quase um pecado mortal. Mas a realidade é essa, para estar sãos (inclusivamente para perder peso) não tem de passar fome, nem contar calorias, ecorazon azulxcluir alimentos da dieta ou levar um controlo rigoroso de alimentos que não se podem misturar entre si. E claro, se algum dia têm de comer fora de casa não por isso devem ter a sensação de fracasso se no momento de escolher o menu optam pelo que realmente vos apetece e não pelo que “podem comer”.


Temos de nos cuidar, devemos fazê-lo, mas também devemos desfrutar de o fazer.... Convido-vos a que cuidem a vossa alimentação e sobretudo que cuidem de vós própios.


E animo-vos a confiar na vossa capacidade e possibilidades! Um estilo de vida saudável é estar lindos por fora, mas sobretudo por dentro.


O meu trabalho consiste, sempre desde um rigoroso caráter científico, em ajudá-lo/la a comer bem, perder peso ou ganhar peso (quando for necessário) ou prevenir/tratar doenças relacionadas com a Nutrição e Dietética, realizando para isso um estudo nutricional, dietético, de composição corporal e clínico muito completo. Seguidamente estabeleceremos um plano dietético personalizado (quer dietas periódicas ou recomendações gerais, segundo cada caso), adaptado às suas necessidades nutricionais, assim como aos seus gostos e hábitos de vida. No tratamento, além disso, irão realizar-se outras atividades relacionadas com a Educação Nutricional e educação para a Saúde. Será uma abordagem muito compatível com um plano de vida saudável, de cuidado da saúde, baseado no bem-estar, a motivação e a vontade de fazer progressos da melhor maneira.


Convido-vos a entrar em contacto comigo se têm alguma dúvida!