Dr. Eduardo Delgado
“O grau de sedação tem de ser progressivo a fim de conseguir comodidade para o paciente e eficácia na endoscopia digestiva”.

 


Especialista em Anestesiologia e Reanimação
Nº colegiado (cédula profissional) 06/06/01984 (Colegio Oficial de Médicos de Badajoz)

 


  • Licenciatura de Medicina e Cirurgia na Universidade de Sevilha.
  • Especialista em Anestesiologia e Reanimação no Hospital Universitário Virgen de la Macarena de Sevilha.
  • Médico Adjunto do Serviço de Anestesia e Reanimação do Complexo Hospitalar Universitário Infanta Cristina de Badajoz (1978-2014).
  • Chefe de Seção na Maternidade Provincial (Diputación de Badajoz) durante os anos 1978-1989.
  • Atividade docente aos Médicos Internos Residentes de Anestesiologia e Reanimação.
  • Professor honorífico da Faculdade de Medicina de Badajoz da Universidade de Extremadura.
  • Participação como orador e moderador em Congressos da especialidade.
  • Ex membro da Junta Diretiva da Associação Andaluza-Extremenha de Anestesiologia e Reanimação (AAEAR).
  • Parceiro fundador da Sociedade Espanhola da Dor (AED).
  • Membro da Sociedade Espanhola de Anestesiologia e Reanimação (SEDAR).